Sugestão Bibliográfica da linha 02

SUGESTÃO BIBLIOGRÁFICA BÁSICA PARA A PROVA ESCRITA

  1. BAUMAN, Zigmund. Sobre educação e juventude. Zahar: Rio de Janeiro,  2013.
  2. SILVA, José de Souza. Aridez mental, problema maior: contextualizar a educação para construir o ‘dia depois do desenvolvimento’ no Semiárido Brasileiro. In: Seminário Nacional sobre Educação contextualizada para a Convivência com o Semiárido. Campina Grande, Embrapa/INSA, 2010.
  3. CARVALHO, Luzineide Dourado. A emergência da lógica da “Convivência Com o Semiárido” e a construção de uma nova territorialidade In: Educação para a Convivência com o Semiárido Árido: Reflexões Teórico-Práticas. Juazeiro/BA: Secretaria Executiva da Rede de Educação do Semi-Árido, Selo Editorial-RESAB, 2006.
  4. GATTI, Bernadete A. & BARRETO, Elba Siqueira de Sá.   Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília. UNESCO, 2009.
  5. KUESTER, Ângela;MATTOS, Beatriz. (Orgs.). Educação no contexto do semiárido brasileiro. ed. Juazeiro: Bahia: Selo editorial RESAB: Fundação Konrad Adenauer, 2004.
  6. LAHIRE, Bernard. Sucesso de escolas nos meios populares: as razões do improvável. Editora: Ática. São Paulo. Ano 2006.
  7. MCLAREN, Peter. Pedagogia revolucionaria na  Globalização. Editora: DPA.  Rio de Janeiro 2002.
  8. MORIN, E. A religação dos saberes: o desafio do século XXI; trad. Flávia Nascimento. 6ª Ed. Rio de Janeiro. Editora: Bertrand Brasil, 2007.
  9. MARTINS, Josemar da Silva. Anotações em torno do conceito de Educação para a Convivência com o Semi-Árido. In: Educação para a Convivência com o Semi-Árido Árido: Reflexões Teórico-Práticas. Juazeiro/BA: Secretaria Executiva da Rede de Educação do Semi-Árido, Selo Editorial-RESAB, 2006.
  10. MORIN, E. O Método 5: A Humanidade da Humanidade. Porto Alegre: Editora: Sulina, 2007.

SUGESTÃO BIBLIOGRÁFICA COMPLEMENTAR PARA OS ESTUDOS DA LINHA .

  1. ALBUQUERQUE JÚNIOR. Durval Muniz. A invenção do nordeste e outras artes. Recife/PE: FNJ, Ed. Massangana; São Paulo: Cortez, 1999.
  2. ANDRÉ, Marli Eliza; LÜDKE, Menga. .             Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU,1986.
  3. AZAMBUJA, Guacira de. Atualidades e diversidades na formação de professores. Santa Maria (RS): UFSM, 2007.
  4. BAUMAN, Zigmund. Globalização: as consequências humanas. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.
  5. Sobre educação e juventude. . Rio de Janeiro: Zahar, 2013.
  6. BOURDIEU, P. O poder simbólico. 5 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.
  7. A economia das trocas simbólicas. Introdução, organização e seleção de Sergio Miceli. 7. ed. São Paulo: Perspectiva, 2011.
  8. Escritos de educação. Petrópolis: Vozes, 1998.
  9. CALDART, Roseli Salete. PEREIRA, Isabel Brasil. ALENTEJANO, Paulo. FRIGOTTO, Gaudêncio.(Orgs.).  Dicionário da educação do campo. São Paulo: Expressão Popular. Ano 2012.
  10. CARVALHO, Luzineide Dourado. Ressignificação e reapropriação social da natureza: práticas e programas de convivência com o semiárido‟ no território de Juazeiro (Bahia) / São Cristovão, SE, 2010. (Capítulos 2, 3 e 5)
  11. Natureza, território e convivência: novas territorialidades no Semiárido Brasileiro. Jundiaí: Paco Editorial: 2012.
  12. COSTA, Marisa Vorraber (org.). Escola básica na virada do século: cultura, política e currículo. – São Paulo: Cortez, 1996.
  13. DUARTE, Ana Paula e CARNEIRO, Vera Maria (orgs.). Contribuições para a construção de um currículo contextualizado para o semiárido. Feira de Santana: MOC/Curviana, 2013.
  14. FANON, Franz. Pele negra, máscaras brancas..Rio de Janeiro:EDUFBA, 1985.
  15. FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1996.
  16. Ação cultural para a liberdade. . 5ª ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1981.
  17. GATTI, Angelina Bernadete.  A construção de pesquisa em educação no Brasil. Brasília: Liber Livro, 2007.
  18. GATTI, Bernadete A. & BARRETO, Elba Siqueira de Sá. Professores do Brasil: impasses e desafios, UNESCO, 2009.
  19. HAESBAERT, Rogério. Identidades Territoriais. In: ROSENDHAL, C. & CORREA, R.L. Manifestações da cultura no espaço. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1999, p.169-190
  20. HALL, Stuart.             Da diáspora: Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: UFMG, 2003.
  21. LAHIRE, Bernard. Sucesso de escolas nos meios populares: as razões do Improvável. São Paulo: Ática, 2006.
  22. LOPES, Luiz Paulo da Moita. Identidades fragmentadas: a construção discursiva de raça, gênero e sexualidade em sala de aula. Campinas: Mercado das Letras, 2010.
  23. MALVEZZI, Roberto. Semi-Árido: uma visão holística. Brasília: Confea, 2007.
  24. MARTINS, J.S. & LIMA, A. R. Educação com o pé no chão do sertão: proposta político pedagógica para as escolas Municipais de Curaçá. Curaçá: IRPAA/PMC/UNICEF/Fundação Abrinq, 2001.
  25. MCLAREN, Peter. Pedagogia revolucionaria na  globalização. Rio de Janeiro: DPA, 2002.
  26. MORIN, E. A religação dos saberes: o desafio do século XXI; trad. Flávia Nascimento. 6. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.
  27. O método 5: a Humanidade da humanidade. Porto Alegre: Sulina, 2007.
  28. Os sete saberes necessários à educação do futuro. 4. ed. (Trad. Catarina E. F. da Silva e Jeanne Sawaya) São Paulo/Brasília: Cortez/ Unesco, 2001. 118p.
  29. NASCIMENTO, Antônio Dias;RODRIGUES, Rosana Mara Chaves; SODRÉ, Maria Dorath Bento           Educação do campo e contemporaneidade. Salvador: EDUFBA, 2013.
  30. PEREIRA, Júlio Emílio, LEÂO, Geraldo (Orgs.).            Quando a diversidade interroga a formação docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.
  31. REIS, Edmerson dos Santos. A contextualização dos conhecimentos e saberes na perspectiva da contextualização dos conhecimentos e saberes da escola do campo. Salvador: UFBA:FACED: Programa de Pós-graduação em Educação, Sociedade e Práxis Pedagógica. (tese de Doutoramento), 2009.
  32. REIS, Edmerson; CARVALHO, Luzineide; NOBREGA, Luciana (org.). Educação e convivência: reflexões por dentro da UNEB. Juazeiro/Ba; uneb/DCH III;NEPEC-SAB, 2011
  33. SANTOS, C. GARCIA, P.C e SEIDEL, R. Critica cultural e educação básica: diagnósticos, proposições e novos agenciamentos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2011. Saraiva, 2006.
  34. SILVA, Roberto Alves da. Entre o combate à seca e a convivência com o semiárido: transições paradigmáticas e sustentabilidade do desenvolvimento. 2006. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável). Universidade de Brasília. Centro de Desenvolvimento Sustentável. Brasília (DF), 2006
  35. TOURAINE, Alain. Igualdade e diversidade: o sujeito democrático. Petrópolis: Vozes, 2006.
  36. VIDAL, Diana Gonçalves (Org). Grupos escolares: cultura escolar primária e escolarização da infância no Brasil (1893-1971). Campinas, SP: Mercado de Letras, 2006. p. 173-192.