Programa

O Mestrado Profissional em Educação e Diversidade ocupa-se dos processos de formação e das práticas de educadores visando a preparação profissional para atuarem com as diversidades e singularidades socioeducativas e culturais. Concebe a docência como prática social contextualizada envolvendo questões políticas, históricas e culturais, enfatizando as práticas como elementos basilares dos processos de ensino e de aprendizagem. Volta-se para as políticas e práticas escolares, atentando para as questões locais em conexão com as demandas globais e a episteme contemporânea da formação. Representa uma tentativa de subsidiar práticas escolares pautadas na valorização das diferenças, do múltiplo, do inovador e do anverso. A área prioriza o estudo da diversidade, visando fortalecer as bases teóricas dos educadores, aprimorar a atuação formativa, propiciar a inovação pedagógica e a formação continuada.

Área de Concentração: Diversidade e Profissionalização Docente.

Objetivos:

O “Mestrado Profissional em Educação e Diversidade” tem como questão central a problemática da profissionalização dos educadores para atuarem com as diversidades e singularidades socioeducativas e culturais da Educação Básica. Tem como objetivos:

– Trabalhar em favor da qualificação dos educadores para atuarem com as diversidades;

– Qualificar profissionais para intervir, pedagogicamente, nas realidades educacionais de diversidade e desigualdade social.

Objetivos Específicos:

– Desenvolver bases metodológicas para o exercício da docência contextualizada com as diversas questões sociais e culturais dos tempos/espaços dos sujeitos;

– Proporcionar ao profissional em formação o aperfeiçoamento da sua ação no sentido de aprimorar o fazer docente em termos técnicos e conceituais visando intervir na realidade educacional do seu entorno;

– proporcionar inovações e mudanças pedagógicas na prática docente de modo a incorporar solidariamente as diversidades socioeducativas e culturais;

– Desenvolver produtos educacionais que possibilitem a inovação e a efetiva intervenção na qualidade do ensino;

– Possibilitar aos educadores o aprofundamento da formação, respondendo as suas necessidades profissionais;

– Possibilitar aos profissionais da educação o desenvolvimento de uma cultura de pesquisa e intervenção relacionada ao trabalho pedagógico, considerando a diversidade e as diferenças socioculturais;

– Fomentar, através dos grupos de pesquisas, o diálogo entre a pesquisa, o ensino e a extensão;

Perfil do profissional

O diplomado no Programa deverá ser capaz de problematizar suas concepções e sua prática por meio da pesquisa e da ação contextualizada na Educação Básica, mais particularmente, deverá ser capaz de apresentar proposições e elaborar produtos educacionais contextualizados face aos embates concernentes a profissão docente e a diversidade socioeconômica e cultural, podendo, de maneira rigorosa, contribuir para aperfeiçoar as práticas formativas. O profissional titulado pelo Programa poderá produzir conhecimentos e elaborar proposições embasadas em vários campos de conhecimentos, favorecendo assim, a profissionalização docente e a aprendizagem dos alunos da Educação Básica.

Em suma, o profissional deverá ser capaz de:

– intervir, mudar, alterar a dinâmica escolar por meio da sua ação;

– propor inovações pedagógicas para atender as demandas contemporâneas;

– elaborar, organizar e gerir processos formativos, tendo em vista as diversidades socioeducativas e culturais;

– desenvolver estratégias de ensino para atuar em contextos educacionais;

– Elaborar produtos educacionais que favoreçam a docência em contextos de diversidade socioeducativa e cultural.

– compreender e interpretar processos complexos;

– trabalhar em função da educação inclusiva e multicultural;